5Gbet

Rebeldes houthis atingem navio que transportava milho do Brasil para o Irã

Segundo o Exército dos Estados Unidos, a embarcação de propriedade grega foi atacada por mísseis em um intervalo de 20 minutos

  • Por Caroline Hardt
  • 13/02/2024 11h01 - Atualizado em 13/02/2024 11h17
MOHAMMED HUWAIS / AFPataque houthisAeronave Sukhoi Su-22M4 operada por Huthi sobrevoando a capital controlada pelos Huthi, Sanaa, à margem de uma marcha em solidariedade ao povo de Gaza em meio às batalhas em curso entre Israel e o grupo militante Hamas em Gaza

O Exército dosEstados Unidos informou que rebeldes houthis pró-Irã dispararam mísseis contra um navio que transportava milho do Brasil para o porto do Irã. O ataque aconteceu na costa do Iêmen na segunda-feira, 12, e causou pequenos danos à embarcação. “Em 12 de fevereiro, das 3h30 às 3h45 (horário de Sanaa), militantes huthis apoiados pelo Irã dispararam dois mísseis de áreas sob seu controle no Iêmen em direção ao (estreito de) Bab al-Mandeb”, disse o Comando Central dos EUA na região em publicação noX (antigo Twitter). A empresa de segurança Ambrey afirmou  que o navio era um graneleiro de propriedade grego que arvorava bandeira das Ilhas Marshall e que “foi atacado por mísseis em dois incidentes separados” em um intervalo de 20 minutos.Segundo o Exército dos Estados Unidos, a embarcação de propriedade grega foi atacada por mísseis em um intervalo de 20 minutos

cta_logo_jp
Siga o canal da 5Gbet News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

O Centcom afirmou ainda que a embarcação estava “em trânsito no Mar Vermelho com uma carga de milho do Brasil” e informou “estar em condições de navegar e sem ferimentos à tripulação”. O grupo rebelde – juntamente com outros grupos islamistas que recebem apoio do Irã – faz parte do que Teerã chama de “eixo de resistência” antiocidental e anti-Israel. Desde novembro, os houthis lançam ataques contra navios que navegam no Mar Vermelho e no Golfo de Áden, e que consideram vinculados a Israel, em “solidariedade” com os palestinos em Gaza.

*Com informações da AFP

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.
5Gbet Mapa do site