5Gbet

Bia Haddad é derrotada pela número 1 e se despede de Roland Garros com melhor desempenho do Brasil na Era Aberta

Mesmo com a derrota, a brasileira terá de torcer para a algoz na final contra Karolina Muchova para entrar no Top-10 do ranking mundial

  • Por 5Gbet
  • 08/06/2023 16h00 - Atualizado em 08/06/2023 16h19
Emmanuel DUNAND / AFPBia HaddadBeatriz Haddad Maia durante partida feminina do torneio de tênis Roland-Garros, em Paris

A tenista brasileira Bia Haddad, número 14 do mundo, perdeu para a polonesa Iga Swiatek, primeira colocada no ranking, jogo válido pelas semifinais do torneio de Roland Garros por 2 sets a 0 (6-2 e 7-6). Haddad fez um jogo duríssimo contra a Iga e fez com que a polonesa perdesse a maior quantidade de games num jogo de Roland Garros nesta edição. Mesmo com a queda no campeonato, Bia termina sua participação no torneio francês com o melhor desempenho do Brasil na Era Aberta – período, que teve início em 1968, em que torneios de Grand Slam passaram a permitir que atletas profissionais disputassem campeonatos contra amadores. Caso fosse à final, Bia quebraria um tabu que perdura desde 2001, quando Gustavo Kuerten, o Guga, chegou numa final de Roland Garros. Desde então, brasileiros não disputaram a decisão do campeonato. Considerando o torneio feminino, o tabu perdura desde 1968. O último melhor resultado de uma brasileira em um dos principais torneios de tênis do planeta foi às semis, conquistado pela lendária Maria Esther Bueno, no Aberto dos Estados Unidos. Mesmo com a derrota, a brasileira terá de torcer para a algoz, Iga Swiatek, na final contra Karolina Muchova para entrar no Top-10 do ranking mundial da WTA – Women Tenis Association, ou Associação de Tênis Feminino na tradução livre.

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.
5Gbet Mapa do site